terça, 11 de abril de 2017 - 11:46h
Polícia Civil desarticula quadrilha que atuava com tráfico e assaltos na Fazendinha
Investigação descobriu que o bando tinha ramificações dentro do Iapen.
Por:
Foto: Ascom/Sejusp
Foram cumpridos 15 mandados de prisão preventiva, 6 de condução coercitiva e 5 de busca e apreensão.

A Polícia Civil do Amapá cumpriu nesta terça-feira, 11, quinze mandados de prisão preventiva, 6 de condução coercitiva e 5 de busca e apreensão contra pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, assaltos e outros crimes. A operação ocorreu no distrito de Fazendinha, distante 12 quilômetros da capital Macapá.

Em setembro de 2016, o delegado Nixon Kennedy, titular da 10ª Delegacia de Polícia (10ª DP), iniciou uma minuciosa investigação para desarticular uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas em Fazendinha. Foi descoberto que o bando tem ramificações dentro do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), onde foram cumpridos os 5 mandados de prisão preventiva.

"Ao iniciarmos as investigações, descobriu-se um esquema muito bem articulado dessa quadrilha. Desde que soubemos que internos do Iapen estavam envolvidos no esquema, montamos uma força-tarefa com outras delegacias especializadas para desarticular esse esquema. Hoje, envolvemos mais de 50 agentes nessa operação que foi cumprida com êxito", detalhou o delegado.

O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Ericlaudio Alencar, evidenciou que essa operação é uma resposta à sociedade. "Os moradores de Fazendinha vem sofrendo com uma série de ações criminosas fomentadas por esses elementos. O aparelho de defesa do Estado está preparado para dar muitas respostas como essa à população”, garantiu.

A operação contou com apoio da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE); Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio (DECCP); Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe); Núcleo de Operações e Inteligência (NOI) e Divisão de Capturas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá