quarta, 07 de junho de 2017 - 19:05h
Bombeiros simulam combate a incêndio em prédio
A ação faz parte da programação da Semana do Bombeiro e foi realizada em um edifício em construção localizado na orla da cidade.
Por: Ailton Leite
Foto: Philippe Gomes/SECOM
A simulação foi a mais real possível, inclusive, com a presença de vítimas

Quem passou no final da tarde desta quarta-feira, 7, pela orla de Macapá, pode acompanhar de perto a terceira edição do simulado de combate a incêndio vertical, realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amapá. A ação, que faz parte da programação da Semana do Bombeiro, foi realizada em um edifício em construção localizado na orla da cidade e contou com a participação de 30 militares.

Os militares tentaram tornar a situação o mais real possível, com fogo, fumaça e a presença de vítimas. Explosões também fizeram parte a simulação, que contou com o resgate de vítimas conscientes e inconscientes. Para o salvamento, foram utilizadas diversas técnicas como rapel, tirolesa e de vai-e-vem.

De acordo com a coronel e comandante do I Grupamento de Bombeiros Militar em Macapá, Arlete Picanço, essa ação visa preparar os militares para atuarem em casos reais. “Como aumentou consideravelmente o números de prédios em nossa capital, temos que estar preparados para atuar em sinistros dessa natureza”, destacou.

A ação foi coordenada pelo tenente Antônio Chucre, que enfatizou as técnicas usadas pela equipe para entrarem no prédio. “Usamos hoje as técnicas de combate ofensivo, que é a entrada por dentro, já que nos oferece mecanismo de combate ao incêndio, salvamento e resgate das vítimas”, ressaltou.

Recomendações

A coronel Arlete Picanço explica que todas as edificações em construção, precisam encaminhar seus projetos para a equipe técnica do CBM que avalia todos os aspectos de segurança exigidos. “Nossa análise é pra verificar se o prédio oferece sistema de segurança contra incêndio e pânico, com hidrantes e extintores. Isso tudo é importante para garantir a segurança dos moradores, bem como auxiliar o serviço dos bombeiros”, comentou.

Ela ressalta, ainda, que para edifícios com mais de 6 andares, além dos extintores, é exigido a implantação de sistema de sprinkler, tipo de chuveiro de combate a incêndio, como também os hidrantes de parede.

GALERIA DE FOTOS
GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá