sexta, 12 de agosto de 2016 - 16:26h
Governo e Suframa convidam indústria exportadora de cavaco a compor a ZFV
Empresa produz, processa e exporta cavaco de eucalipto, matéria-prima destinada à indústria de celulose.
Por: Elder de Abreu
O presidente da Amcel mostrou interesse e disse que vai discutir com a proposta juntamente com investidores da empresa.

Representantes do governo estadual e da Suframa oficializaram, nesta sexta-feira, 12, convite a uma das maiores empresas em operação no Amapá. A Amapá Florestal e Celulose (Amcel) foi convidada a compor uma das grandes estratégias de desenvolvimento econômico do Estado, a Zona Franca Verde – corredor econômico que permite a instalação de indústrias para a fabricação de produtos com matéria-prima da biodiversidade local.

Instalada no Amapá há 40 anos, a Amcel produz, processa e exporta cavaco de eucalipto, matéria-prima destinada à indústria de celulose, usada para fabricação de papel, entre outros produtos.

Os secretários de estado do Planejamento, Antônio Teles, e de Ciência e Tecnologia, Robério Aleixo, juntamente com o secretário de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), e o superintendente da Suframa, Marcelo Pereira, estiveram reunidos com diretores na sede da empresa.

Na ocasião, Pereira falou dos benefícios e incentivos, principalmente os de aspecto fiscal, proporcionados pela ZFV. Segundo ele, a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que incide sobre as operações de exportação, é um grande atrativo para a Amcel.

Teles evidenciou também que o governo estuda uma isenção parcial em cima do ICMS e sugeriu que a empresa mantenha diálogo com o fisco amapaense. O presidente da Amcel, Masayuki Akiyama, mostrou interesse e disse que vai discutir com a proposta juntamente com investidores da empresa.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá