sexta, 13 de maio de 2022 - 10:30h - 838
Com investimento de capital estrangeiro, mineradora de ferro apresenta projeto para o Amapá
Recebido pelo Comitê de Recepção e Acompanhamento de Projetos Econômicos Estratégicos do Estado do Amapá, o projeto passará por avaliação e orientação técnica.
Por: Leidiane Lamarão
Foto: Leidiane Lamarão
Paulo Lisboa apresentou o projeto ao Comitê, para instalação da mineradora em Porto Grande.

O Comitê de Recepção e Acompanhamento de Projetos Econômicos Estratégicos do Estado do Amapá, formado por gestores de órgãos estaduais recebeu na última terça-feira, 10, os representantes da Empresa Porto Grande Mineração LTDA, que busca apoio técnico do Governo do Estado, para se instalar em Porto Grande, cerca de 110 km da capital Macapá.

Com sede no Amapá e capital estrangeiro, a empresa pretende fazer investimento entre R$ 50 a R$ 80 milhões na implantação do projeto, com prospecção de gerar entre 100 a 150 empregos diretos e indiretos, dando preferência dos postos de trabalho aos moradores do município de Porto Grande, fortalecendo diretamente a economia local.

O Projeto Matapi consiste na prospecção e exploração de minério de ferro, localizado na comunidade agrícola, nas proximidades do rio Matapi e a 8 km da sede de Porto Grande.

“Buscamos apoio técnico do Governo do Estado, para fazer um nivelamento sobre as nuances do projeto, os impactos positivos e as necessidades para sua efetiva instalação. Estamos saindo satisfeitos com a receptividade do comitê e todas as orientações repassadas. Iremos levar aos administradores da empresa que ficam nos Estados Unidos que, certamente, também ficarão felizes em saber que o Estado dispõe dessa importante ferramenta que é o comitê de recepção, que nos dá garantia de que o empreendedor e o projeto receberão a atenção necessária de todos os órgãos envolvidos”, declarou o gerente geral da mineradora no Amapá, Paulo Lisboa. 

O diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá, Joselito Abrantes, ressaltou que o Comitê foi criado com a finalidade de dar celeridade e maior atenção aos projetos recepcionados no Estado.

“O Comitê reúne os principais órgãos do Estado no primeiro atendimento ao investidor, para que possamos nivelar todas as informações necessárias de adequação do projeto, otimizando o tempo do empreendedor e evitando a burocratização de atendimentos nos órgãos afins”, pontuou o presidente Abrantes.

Além da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá, participam do Comitê de Recepção e Acompanhamento de Projetos Econômicos Estratégicos do Estado do Amapá, a Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Instituto Amapá Terras e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá