sexta, 15 de janeiro de 2021 - 20:30h - 1707
'Nossa instituição será referência em Laranjal do Jari', diz professora sobre escola estadual Bom Amigo Manoel Mandi  
Novo prédio da instituição foi inaugurado nesta sexta-feira, 15, com estrutura mais ampla e nova metodologia de ensino.
Por: João Marcos Chaves
A secretária-adjunta de políticas da educação, da Secretaria de Estado de Educação (Seed), Neurizete Oliveira.

O novo prédio da Escola Estadual Bom Amigo Manoel Mandi, inaugurado nesta sexta-feira,15, segue o novo modelo de ensino experimental, com objetivo de aprofundar do currículo e colocar o estudante como protagonista do seu próprio conhecimento através das práticas pedagógicas.

Para os educadores, os novos espaços e metodologias de ensino irão trazer bons resultados aos estudantes, como ressaltou a professora de língua inglesa Iracilda Marques.

“Esse espaço é de grande valor pra nossa escola, sabemos que a educação vem mudando e precisamos acompanhá-la. Nossa escola com certeza será referência de ensino no nosso município’’, disse.

A escola Bom Amigo Manoel Mandi é a primeira do município do Laranjal do Jari a receber a Sala de Planejamento Pedagógico, possibilitando aos professores e à coordenação pedagógica trabalharem novas práticas de ensino.

Para a gestora Wanderleia Pinheiro, a escola é um benefício pra toda a comunidade do município e vai contribuir ainda mais com o nível de ensino na cidade.

“Nossa comunidade escolar será fortalecida. O trabalho que será feito por essas salas de práticas pedagógicas vai focar nos resultados que sejam positivos para a coordenação pedagógica, professores e para os estudantes”, frisou a gestora.

A secretária-adjunta de políticas da educação, da Secretaria de Estado de Educação (Seed), Neurizete Oliveira, relatou a importância dos novos modelos de escola e de ensino que busca valorizar a participação dos estudantes.

"Hoje, o município está ganhando um espaço que dará aos estudantes e aos professores um olhar para o futuro da educação de todo o estado. A metodologia que será aplicada aqui está de acordo com o momento que estamos vivendo", disse a secretária.

Para a estudante Ane Marcele Soares, que cursa o 6° ano do ensino fundamental, embora as aulas presenciais na rede estadual estejam suspensas devido à pandemia de covid-19, o novo prédio será um espaço de construção e desenvolvimento do seu aprendizado.

"A educação não parou e escola vai proporcionar muitas coisas boas no nosso aprendizado, vai ajudar a todos nós”, relatou a menina.

Inovação

Além dos novos métodos de práticas pedagógicas, a escola também implantará neste ano de 2021 a modalidade de ensino fundamental II – 6° ao 9° ano, e terá capacidade para atender cerca de 500 estudantes – antes suportava pouco mais de 300 estudantes.

A obra está ligada à política do Governo do Estado para reestruturação e construção de escolas da rede estadual. Toda a estrutura foi orçada em mais de R$ 1.529.937,57 milhões, destinados para a construção do novo prédio.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá