sábado, 18 de dezembro de 2021 - 13:55h - 8750
Estado Forte, Povo Seguro: Governo entrega novo Ciosp para a zona oeste de Macapá
Unidade integra Complexo de Segurança e vai concentrar coordenadorias especiais da Polícia Civil.
Por: Claudio Morais
Foto: Maksuel Martins
Novo Ciosp fortalece investigações e enfrentamento às organizações criminosas.

O Governo do Amapá efetuou mais uma importante entrega do programa Estado Forte, Povo Seguro neste sábado, 18, na zona oeste de Macapá. O novo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) vai atender a região que se estende desde o bairro Alvorada até o Coração, incluindo as localidades rurais do entorno.

Foram R$ 2.170.610,81 investidos na nova estrutura da Segurança Pública, com recursos do Estado e emendas parlamentares da Bancada Federal, com a articulação dos senadores Davi Alcolumbre e Lucas Barreto. O espaço físico foi projetado com o alto padrão construtivo da Segurança do Estado.

A nova unidade da Polícia Civil integra o primeiro Complexo de Segurança Pública do estado, construído para atender os mais de 150 mil moradores da zona oeste, em conjunto com o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e do quartel do 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

LEIA MAIS: Com novo Ciosp, Governo entrega primeiro Complexo de Segurança na zona oeste de Macapá

O governador, Waldez Góes, destacou os investimentos inéditos no fortalecimento da Segurança Pública do Amapá.

"Vamos terminar 2021 com 100% do planejamento de Segurança concluído. Foram mais de R$ 275 milhões investidos na completa reestruturação da Segurança Pública, na defesa social, que reflete em avanços sem precedentes para a sociedade amapaense", disse o chefe do Executivo.

O novo Ciosp conta com dois pavimentos com recepção, atendimento às ocorrências, acolhimento às vítimas de violência doméstica, depósitos reforçados de materiais apreendidos em operações policiais, almoxarifado, cartórios, salas para integração com a Polícia Militar e Polícia Científica, carceragem, salas para os delegados e para agentes de polícia, auditório, sala para reunião, para plantonistas, alojamentos e central de operações.

O secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Carlos Souza, frisou o papel estratégico do Complexo de Segurança na região.

"Juntas, as instituições do Complexo de Segurança somam R$ 7 milhões em investimentos em uma das regiões de maior expansão populacional e fundamental para as ações de inteligência e de defesa social", ressaltou o titular da Sejusp.

O Ciosp recebeu 8 novas viaturas, 2 delas entregues hoje. Os veículos fazem parte do total de 300 já entregues para toda a segurança.

VEJA TAMBEM: Com novo Ciosp, Governo entrega primeiro Complexo de Segurança na zona oeste de Macapá

O novo Ciosp concentra, também, as atividades das novas coordenadorias dedicadas ao combate e repressão ao crime organizado, criadas com a Lei nº 2507/2020, proposta e, após aprovação na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), sancionada pelo governador Waldez, que moderniza a Polícia Civil do Amapá.

"A nova casa da Polícia Civil é um ganho importante para a sociedade, para o efetivo policial, e um fortalecimento sem precedentes na investigação e enfrentamento ao crime organizado", observou o delegado-geral de Polícia Civil, Uberlândio Gomes.

CORE

"Tropa de elite" da Polícia Civil, a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais é formada por agentes especializados e que passam por aprimoramento constante. A Core é a coordenadoria especial empregada em ações de alto risco de combate e que qualifica agentes em operações policiais, dando maior segurança e eficiência nas ações de enfrentamento e combate direto à criminalidade.

CECCOR

A Coordenadoria Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (CECCOR) é formada pela Delegacia Especial de Combate à Corrupção (Decor), especializada em investigações de fraudes e lavagem de dinheiro, e a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), especializada na investigação, captura e desarticulação de organizações criminosas, e o Laboratório contra Lavagem de Capitais, especializado na investigação de “lavagem” ou ocultação de bens, direitos e valores decorrentes de crimes ligados a corrupção ou praticados por organizações criminosas.

Com a modernização da Polícia Civil, o combate aos crimes envolvendo organizações criminosas será realizado com maior profundidade, utilizando técnicas especiais para obtenção de provas, captação de sinais, infiltrados e outros recursos estratégicos.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá