quinta, 19 de novembro de 2020 - 15:19h - 630
Ministério da Saúde envia mais de 33 mil mosquiteiros para o combate à malária no Amapá
O item é mais uma ferramenta no controle e combate à malária no estado, que apresentou uma redução no número de casos em 2020 em comparação com o ano anterior.
Por: Nelson Gama
Foto: Nelson Gama/SVS
Foram entregues 25.050 mosquiteiros para cama e 8.400 para uso em rede.

Na manhã da última quarta-feira, 18, o Governo do Amapá recebeu 33.450 unidades de mosquiteiros do Ministério da Saúde. O material foi entregue para a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), no depósito do órgão localizado no bairro Araxá.

Os itens serão entregues aos municípios, de acordo com a incidência de casos de cada um. Foram entregues 25.050 mosquiteiros para cama e 8.400 para uso em rede.

A SVS está elaborando um cronograma de entrega do material, levando em consideração a necessidade e o contingente populacional de cada município, que deve ocorrer o mais breve possível.

“Nós estamos programando a capacitação dos agentes de saúde da SVS para atuarem na instalação dos mosquiteiros nos municípios do estado”, explica Jonas Ferreira, chefe da Unidade de Controle de Doenças Transmitidas por Vetores (CDTV).

Além dos 33.450 mosquiteiros entregues ao Amapá, o Ministério da Saúde encaminhou mais 3 mil unidades para a população indígena, que devem ser distribuídos pelo Distrito Sanitário Especial indígena (Dsei), órgão vinculado à Secretária Especial Indígena (Sesai).

Malária no Amapá

Em 2020, em comparação com 2019, o estado apresentou, até o momento, uma redução de 68% dos casos notificados de malária.

Em números absolutos, foram notificados 2.728 casos da doença no período de 1º de janeiro até 31 de outubro, enquanto no mesmo período de 2019 foram registrados 8.604 casos.

Já no número de casos de malária em residentes (autoctonia) do estado do Amapá a redução é ainda maior se comparada ao ano passado, com 2.462 registros em 2020, contra 8.111 em 2019, representando uma redução de 70%.

O chefe da CDTV explica ainda que a redução é fruto de um grande esforço do Governo do Estado em parceria com as prefeituras municipais para a instalação dos mildes (mosquiteiros impregnados de longa duração).

“O Amapá teve uma redução de casos de malária este ano, sendo o estado que mais reduziu casos na Amazônia. Isso se dá pelo trabalho do Governo do Estado, por meio da SVS, e a parceria dos municípios que executaram as atividades de controle vetorial com a instalação dos mildes, com a participação dos apoiadores municipais de malária”, explica Jonas Ferreira.

Além disso, a redução se dá pela intensificação da detecção ativa dos casos suspeitos, com diagnóstico precoce e tratamento adequado e imediato.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá