terça, 23 de fevereiro de 2021 - 16:11h - 1561
Covid-19: Estado integra ação de vacinação da segunda dose a indígenas do Amapá e Norte do Pará
Estratégia completa o esquema de proteção contra a doença causada pelo novo coronavírus, e segue o Plano de Imunização do Governo do Amapá.
Por: Claudia Cavalcanti
Foto: Mayanne Matos
No primeiro lote de vacinas enviado em janeiro pelo Ministério da Saúde, foram disponibilizadas 16 mil doses de vacina para população indígena.

O Governo do Estado faz parte da estratégia para vacinar indígenas de 58 aldeias do Amapá e norte do Pará com a segunda dose do imunizante contra a covid-19.  A ação completa o esquema de proteção contra o novo coronavírus, e segue o Plano de Imunização do Governo do Amapá. 

O trabalho continua até quarta-feira, 24, para alcançar 58 aldeias localizadas em quatro áreas indígenas: Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Missão Tiriyó e Ladu Paru d’Este e conta com a parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Exército Brasileiro. Para esta ação, foram enviadas 7.265 doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, de São Paulo, produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac que tem prazo de 28 dias para a aplicação da segunda dose.

A coordenadora do Núcleo Estadual de Saúde Indígena (Nesi), Andréa Pacheco, explicou que foram disponibilizados pelo Governo do Amapá 30 profissionais entre enfermeiros e técnicos de enfermagem para atuar na aplicação de testes rápidos e das vacinas. Os trabalhadores  também estão realizando testagem para detectar a doença e imunizando indígenas que não receberam a primeira dose da vacina na fase anterior da ação.  

“Essa parceria com a Dsei, Funai e Exército garante que podemos juntos desenvolver a logística desse tipo de ação e incluir aldeias mais distantes, que possuem acesso mais difícil”, disse.

No primeiro lote de vacinas enviado em janeiro pelo Ministério da Saúde, foram disponibilizadas 16 mil doses de vacina para população indígena, o que irá garantir que os mais de 7 mil indígenas que vivem no Amapá e norte do Pará sejam imunizados.

O cacique Gilberto Iaparra, da aldeia Kwahi, agradeceu a ação e as equipes que trabalham diretamente com as comunidades indígenas.

“Estou feliz que eu e as pessoas da minha aldeia estão tomando a segunda dose da vacina. Quero pedir a outras pessoas que tomem a vacina, o que estamos recebendo é a prevenção”, afirmou.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá