segunda, 23 de maio de 2022 - 08:00h - 1310
Caesa inicia tratativas para capacitação de servidores que atuarão nas novas competências da IDEAS
Funcionários que hoje atuam na área de saneamento e expandirão suas expertises para a inclusão digital, energias renováveis e novos modelos de sistemas de água e esgoto.
Por: Camila Ramos
Foto: Camila Ramos
Além de capacitação profissional, a IDEAS terá apoio do Senai em sua mudança de modelo de negócios e implantação de programas socioambientais.

O Governo do Amapá avança nos preparativos para a instalação da nova empresa estadual de Inclusão Digital, Energias Alternativas e Saneamento (IDEAS).

Na última quinta-feira, 19, iniciaram as tratativas Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para a capacitação dos servidores que em breve devem levar as soluções da IDEAS para comunidades rurais, quilombolas, ribeirinhas e indígenas do Amapá.

O quadro da nova empresa será composto pelos servidores da atual Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), após o encerramento de suas atividades nos serviços de saneamento nas sedes municipais, prevista para o mês de julho.

Por se tratarem de servidores especializados em saneamento, a gestão estadual investirá na qualificação profissional desta mão de obra para exercerem as novas funções do leque de serviços que incluem as energias alternativas e tecnologias em comunicações digitais.

Durante reunião entre representantes da Caesa e Senai, os gestores deliberaram sobre os serviços que podem apoiar a Companhia no processo de transição para as novas atividades, e incluem, além da capacitação profissional, o apoio na gestão da mudança do modelo de negócios, estruturação da operação para as novas áreas de atuação e apoio na implantação dos programas socioambientais nas regiões de operação da empresa.

“Quando falamos em qualificação para a indústria não há instituição com mais prestígio do que o Senai, e por isso temos uma satisfação imensa em contar com este referencial para renovar nossas habilidades com treinamento, inovação e perícia”, explicou o diretor presidente da Caesa, Valdinei Amanajás.

O gerente executivo de Operações do Senai no Amapá, Julio Zorzal, colocou à disposição as expertises da instituição e sinalizou a expectativa do Sistema sobre o sucesso da IDEAS.

“Este é um projeto muito impactante e benéfico para o Amapá, que é um estado com tanto potencial para gerar oportunidades e desenvolvimento. Temos interesse em somar nesta construção e tornar este um case de referência para todo o Brasil”, prospectou. 

Servidores

Na última semana, a Caesa realizou o recadastramento de todos os seus 270 servidores, para atualização de seu perfil profissional e sondagem dos interesses nas áreas de atuação da IDEAS. Este censo vai nortear a construção da nova estrutura funcional e formação das turmas para capacitação e treinamento.

De acordo com Amanajás, todos os servidores terão suas fichas e interesses analisados para que a transição seja satisfatória e motivadora.

“Temos servidores que se capacitaram ao longo dos anos em graduações e especializações em áreas diferentes do cargo original, e outros que tem interesse em aprender novas profissões, então todos serão ouvidos e juntos construiremos uma empresa sólida e um ambiente aprazível para todos”, finalizou o diretor presidente da Caesa.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Ascom/Caesa

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá